.

.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

O amor é paciente

Quem ama Jesus suporta o sofrimento


Esta terra é lugar de méritos e, por isso mesmo, é lugar de sofrimentos. Nossa pátria, onde Deus preparou nosso descanso na alegria eterna, é o paraíso. Neste mundo estaremos por pouco tempo. Mas, nesse pouco tempo, muitos são os trabalhos que devemos suportar. Justos ou pecadores, todos têm de sofrer e carregar sua cruz. Quem a leva com paciência, salva-se; quem a leva com impaciência, perde-se. As mesmas misérias levam alguns ao paraíso e outros ao inferno. O sofrimento é a prova que, na Igreja de Deus, separa a palha do grão. Quem nas provações se humilha e se submete à vontade divina, é trigo para o paraíso; quem se deixa dominar pelo orgulho e pela ira, e por isso deixa a Deus, é palha para o inferno. 
No dia em que será julgado o processo de nossa salvação, teremos a boa sentença dos predestinados se a nossa vida for julgada conforme à de Jesus. Para isso o Verbo Eterno desceu à terra, para ensinar-nos com seu exemplo a carregar pacientemente as cruzes que encontramos. Jesus quis sofrer para dar-nos coragem de sofrer. Tanto que sua vida foi cheia de desprezos e sofrimentos. Como tratou seu Filho amado, assim Deus trata também aquele que ele ama e aco-lhe como filho. Quanto mais Deus nos ama, mais sofrimentos teremos de suportar. E a demonstração de nosso amor a Deus está em, de bom grado, sofrermos tudo por seu amor. Por isso é que Santa Teresa, quando se via em sofrimentos, dizia que não os trocaria por nenhum tesouro do mundo.
(Escritos de Santo Afonso)

Nenhum comentário:

Postar um comentário