.

.

quarta-feira, 1 de maio de 2013



Em honra a Virgem Maria vamos rever algumas Mensagens!

7 de Outubro de 1986
Festa de Nossa Senhora do Rosário.
Mensagem dada ao vidente Pe. Stefano Gobbi


O Rosário vos conduz à paz – “Sou a Rainha do santo Rosário.
Sou a vossa Comandante, que vos guia na batalha terrível contra satanás e todos os Espíritos malignos.

Se vos deixardes guiar docilmente por Mim, sempre sentireis junto de vós o precioso auxílio que vos oferecem os Anjos de Deus, os Bem-aventurados e os santos do Paraíso, todas as almas que ainda se purificam no Purgatório.
Eu sou, de fato, a Comandante de uma falange única.

Hoje, quando recordais a data de uma grande vitória minha, quero convidar-vos à combater, com coragem e confiança, sem vos deixar amedrontar pela astuciosa e perigosa tática utilizada pelo meu adversário, que vos quer levar ao desânimo.
Por isso, quero revelar-vos três insídias, que fazem parte de uma estratégia particular, usada pelo meu adversário, nesta grande batalha.

A primeira consiste em espalhar a certeza de que já conseguiu conquistar o mundo inteiro, que instaurou nele o seu reino e aí exercita plenamente seu poder.
Sua grande conquista é esta humanidade, que se rebelou contra Deus e que repete o gesto soberbo do seu desafio: “Não servirei ao Senhor!”

Um meio muito perigoso, que satanás utiliza, nestes tempos, é dar a impressão de que, a esta altura, não há mais nada a fazer, que não se pode mudar mais nada, que é inútil empenhar qualquer esforço no sentido de conduzir a humanidade ao caminho do bem e do retorno a Deus.

Então, vossa Mãe do Céu vos garante que também esta humanidade é parte preciosa do povo de Deus, que Jesus conquistou com o preço do seu Sangue, derramado até a última gota para sua salvação.

Deus, especialmente hoje, é o único vencedor e ama toda esta pobre humanidade enferma, que lhe foi arrancada, e prepara o momento em que, com o maior milagre do seu Amor Misericordioso, conduzi-la-á pela estrada do retorno a Ele, para que possa conhecer finalmente uma nova era de paz, de amor, de santidade e de alegria.

Por isso, convido-vos a usar continuamente a poderosa arma da confiança, do abandono filial, de uma caridade grande e sem fim, da disponibilidade total perante todas as necessidades espirituais e materiais do próximo, de uma materna e ilimitada misericórdia.

A segunda: de ter conseguido colocar a Igreja numa situação de grave dificuldade, sacudindo-a desde os fundamentos, com o vento da contestação, da divisão, da infidelidade e da apostasia.

Muitos desanimam, ao constatar que numerosos Pastores se deixam enganar por sua ação astuciosa e perigosa.

O meio que deveis usar para combater esta sua insídia é o da vossa consagração ao meu Coração Imaculado, porque a Igreja, embora apareça hoje dilacerada, ofuscada e derrotada, foi confiada por Jesus à guarda amorosa da vossa Mãe do Céu.

Eu quero ajudá-la, consolá-la e curá-la por meio de vós, filhos consagrados ao meu Coração e dóceis instrumentos da minha vontade materna.

Por vosso intermédio, deito bálsamo nas suas dolorosas feridas, conforto-a nas horas de sua dolorosa paixão e preparo o momento da sua maior renovação.

Faço-o, nestes tempos, de maneira particularíssima, por meio do meu Papa, João Paulo II, que leva por toda parte o sinal da minha presença materna.

Ele vos dá o sinal do combate; ele vos guia na luta; ele vos ensina coragem e confiança; ele já vos anuncia a minha segura vitória.

Segui-o pelo caminho que vos mostra, se quereis preparar, comigo, um novo e radioso Pentecostes para toda a Igreja.

A terceira insídia: ter conseguido espalhar por toda parte, através de todos os meios de comunicação social, suas obras más de destruição e morte.

Multiplicam-se assim as divisões; a impureza é exaltada; a corrupção se alastra; a violência se difunde cada vez mais; o ódio inunda e as guerras avançam ameaçadoras.

Para combater e vencer todo este mal, que tenta submergir a humanidade inteira, deveis recorrer à poderosa arma da oração.

Efetivamente, a nova era poderá chegar a vós somente como um dom do Espírito de Deus, não como fruto da obra do homem. Então é preciso implorar este dom, através de oração contínua, incessante e confiante.

Rezai comigo. A Igreja toda deve entrar no Cenáculo do meu Coração Imaculado, para invocar, com a Mãe do Céu, uma particularíssima efusão do Espírito Santo, que a levará a viver a experiência de um segundo e luminoso Pentecostes.
Rezai sobretudo a oração do santo Rosário.

O Rosário seja, para todos, a poderosa arma a ser usada nestes tempos.
O Rosário vos conduz à paz.

Com esta oração podeis alcançar de Deus a grande graça da transformação dos corações, da conversão das almas, do retorno a Deus de toda a humanidade, pelo caminho do arrependimento, do amor, da graça divina e da santidade.

Então não digais nunca mais: “Mas... sempre e em toda parte as coisas continuam as mesmas. Nunca muda nada!”

Não é verdade, meus filhos prediletos.

Todos os dias, no silêncio e no escondimento, a Mãe do Céu trava sua batalha contra o adversário e, através de sinais e de manifestações tão extraordinário e, através de sinais e de manifestações tão extraordinárias, trabalha para mudar o coração do mundo”.


MENSAGEM DE NOSSA SENHORA
7.1.2008


Na noite passada, às 3h10 da madrugada, Nossa Senhora me manteve acordada até as 4 horas para me dar uma mensagem para todos nós. Nossa Senhora me fez entender que neste momento Cristo está sendo atacado mais do que em qualquer outro. Nossa Santa Mãe falou comigo das 3h30 às 4 horas da manhã. Não me foi pedido que eu me levantasse e escrevesse imediatamente, e fiquei preocupada de esquecer o que Ela me estava dizendo, mas Ela disse que me lembraria quando eu fosse escrevê-lo e enviá-lo a vocês, para que o difundissem. 

Eis do que trata a mensagem:
A primeira parte da mensagem dizia respeito a mim pessoalmente, e o restante era para o público. A primeira parte da mensagem, para mim, foi para me tranquilizar e consolar. Nossa Senhora me disse que está sempre a meu lado, especialmente nesses tempos difíceis em que Satanás está descarregando sua fúria em mim e no mundo todo. Que Deus está sempre perto de mim e me ama e que o céu não está cego para as dificuldades e os sofrimentos de fogo pelos quais estou passando, mas que Deus precisa dessas imolações e sacrifícios; que Deus é fiel à sua Palavra; que Ela ficaria feliz em me ouvir rezar o Rosário com mais constância... depois Ela disse: "Faz tuas orações em recolhimento..."

A segunda parte da mensagem é a seguinte:

Que estamos muito próximos aos acontecimentos preditos que a humanidade enfrentará e que estão às portas; acontecimentos que são causados pela maldade, egoísmo, falta de amor do mundo; acontecimentos que resultam da rejeição da Palavra de Deus por parte do mundo, da sua hostilidade, hipocrisia e maldade. A terra está em perigo e sofrerá com o fogo. A ira de Deus não pode deter-se por mais tempo e cairá sobre eles, porque o homem se recusa a romper com o pecado.

Que a Misericórdia de Deus, em todos esses anos, foi para atrair o maior número possível a Ele, estendendo Seu Braço para salvá-los, mas só alguns entenderam e ouviram. Que Seu tempo de Misericórdia não vai durar muito mais e está chegando o tempo em que todos serão postos à prova e a terra vomitará, de seu interior, rios de fogo, e as pessoas do mundo compreenderão sua insignificância e impotência por não terem tido Deus no coração. Deus é firme e fiel à Sua Palavra. Chegou a hora em que a casa de Deus será testada, e aqueles que rejeitaram a Sua Misericórdia experimentarão o Fogo de Deus. (Aqui perguntei sobre as pessoas da Igreja que nos perseguem e que estão cegas para Suas Obras de Misericórdia.) Nossa Senhora disse que elas também sofrerão o que merecem.

Nossa Senhora continuou falando sobre sacrifício. Ela me pediu que lembrasse a todos que Deus, nosso Criador, nos pede que nos confiemos mais a Ele e que não basta estar convertido, sem fazer sacrifícios e orações constantes; que, se alguém disser que foi convertido e encontrou Deus através de "A Verdadeira Vida em Deus", deve oferecer mais sacrifícios como um ato de imolação. Que há vários modos de mostrar a Deus seu amor e generosidade; que ninguém pode dizer "somos pessoas de verdadeira vida em Deus" sem oferecer amor sacrificial; que aqueles que realmente amam a Deus são benditos e não devem temer nesses dias.

Nossa Santa Mãe disse que os que perseveram nas dificuldades são benditos; que Ela está satisfeita com todos os sacerdotes (membros do clero) que divulgam e promovem essas Obras de Deus (como a Verdadeira Vida em Deus) e que estão abertos ao Espírito; que eles devem ficar confiantes porque receberam graças especiais do Espírito de Deus e que, através do Espírito, eles se fortaleceram no Senhor e para Seus Planos de salvação. Que Cristo lhes dá a Sua paz.

Se alguém serve e se imola como uma oferenda, o julgamento que virá pelo fogo não será tão severo para ele, pois, em seu espírito, gozará o chamado de Deus que o trouxe à vida.

Muitos decaíram, mas muitos serão levantados. Muitos falharam em conservar a Palavra de Deus guardada no coração e transgrediram a Palavra que lhes foi dada não só através das mensagens de "A Verdadeira Vida em Deus", mas também através das Escrituras.

Depois Nossa Senhora disse: "Vassula, quem quer que te julgue, também será julgado severamente por Deus. Continua ansiosa por receber a Palavra de Deus em teu ouvido e sê feliz, minha filha; tua Mãe jamais te abandonará".

(Então Nossa Santa Mãe me lembrou da visão que tive quando vi meu matrimônio espiritual com Cristo, quando eu era ainda bem nova, e de como Ela me recebeu alegremente, com sorrisos, para ajeitar meu vestido de noiva, puxando aqui e ali e arrumando meu cabelo para que estivesse com a forma e a aparência perfeita para Seu Filho, Jesus Cristo.)"Fala sem medo e não temas os que se opõem a ti. O Senhor e Eu te abençoamos e te damos paz e amor."
Isso é tudo. Por favor, leiam atentamente e meditem.
Em Cristo,
Vassula 


JACAREÍ, 20 DE FEVEREIRO DE 2010
SÁBADO DA ORAÇÃO DAS MIL AVE-MARIAS
(APARIÇÃO INESPERADA DE NOSSA SENHORA)
CAPELA DO SANTUÁRIO DAS APARIÇÕES DE JACAREÍ/SP
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA
COMUNICADA AO VIDENTE MARCOS TADEU

(MARCOS): "-Para sempre sejam louvados Jesus, Maria e José! (Pausa)



NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE FÁTIMA

"-Meus filhos muito amados e desejados... Hoje, quando vós comemorais a Festa dos Meus Pastorinhos: JACINTA, FRANCISCO e também da LÚCIA... Eu, a MÃE DE DEUS e a SENHORA DO ROSÁRIO, vos peço mais uma vez:
- Imitai o Amor dos Meus Pastorinhos...
- Imitai a fidelidade, a obediência e docilidade que Eles tiveram para Comigo...
- Segui as pegadas Deles e então, vós também sereis grandes santos, grandes gigantes no Amor a Deus e a Mim como Eles foram...

Eu, a SENHORA DO ROSÁRIO DE FÁTIMA suscitei esses Três Pastorinhos, ou seja, Eu Os formei, Eu Os elevei a tão alta santidade para vós, para que Eles fossem modelos para vós.
Se quereis dar alegria e glória ao Meu Coração, fazei como Eles fizeram... Amai-Me como Eles Me amaram, pois assim Meus filhinhos, estareis tirando a Coroa de Espinhos do Meu Coração e colocando no lugar a mais bela Coroa de Rosas!
A todos, neste momento, vos abençoo com Amor..."
(Grande Pausa)

(Marcos): “-Nós é que agradecemos a Graça de poder estar na vossa casa e rezar durante toda essa tarde... Até breve..."


25 de abril de 2013
Mensagem mensal de Nossa Senhora

No dia 25 de cada mês, Nossa Senhora aparece à vidente Marija, de Medjugorje, para dar a Sua mensagem mensal para o mundo. A mensagem abaixo foi traduzida para o português a partir da mensagem em inglês fornecida pela paróquia de Saint James em Medjugorje


"Queridos filhos! Rezai, rezai e somente rezai até que vossos corações se abram à fé, como uma flor se abre sob os raios quentes do sol. Este é um tempo de graça que Deus vos dá através da minha presença, contudo vós estais distantes do meu coração, por isso vos convido a uma conversão pessoal e à oração familiar. Que a Sagrada Escritura seja sempre um estímulo para vós. Abençoo-vos a todos com a minha bênção materna. Obrigada por terdes respondido ao meu chamado."


Aconteceu no dia 13 de maio de 1917, três crianças apascentavam um pequeno rebanho na cova da Iria, freguesia de Fátima, conselho de Vila Nova de Ourém, hoje diocese de Leiria-Fátima.


As crianças se chamavam Lúcia de Jesus, de 10 anos, e Francisco e Jacinta Marto, seus primos, de 9 e 7 anos.
É um dos grandes fatos acontecidos no mundo que pode se mostrar que não podemos desvalorizar o que as crianças dizem, o que muitos adultos fazem.

Lúcia, Francisco e Jacinta estavam brincando na cova da Iria, de repente, observaram dois clarões como de relâmpagos, e em   seguida viram, sobre a copa de uma pequena árvore chamada azinheira, uma   Senhora de beleza incomparável.

Para uma Senhora vestida de branco, mais brilhante que o sol,   irradiando luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água   cristalina, atravessado pelos raios do sol mais ardente.

Sua face, indescritivelmente bela, não era nem alegre e nem   triste, mas séria, com ar de suave censura. As mãos juntas, como a rezar,   apoiadas no peito, e voltadas para cima. Da sua mão direita pendia um   Rosário. As vestes pareciam feitas somente de luz. A túnica e o manto eram   brancos com bordas douradas, que cobria a cabeça da Virgem Maria e lhe descia   até os pés.

A Senhora disse aos três pastorinhos que era necessário rezar muito e convidou-os a voltarem à Cova da Iria durante mais cinco meses consecutivos, no dia 13 e àquela hora. As crianças assim fizeram, e nos dias 13 de Junho, Julho, Setembro e Outubro, a Senhora voltou a aparecer-lhes e a falar-lhes, na Cova da Iria. A 19 de Agosto, a aparição deu-se no sítio dos Valinhos, a uns 500 metros do lugar de Aljustrel, porque, no dia 13, as crianças tinham sido levadas pelo Administrador do Concelho, para Vila Nova de Ourém.

Lúcia jamais conseguiu descrever perfeitamente os traços   dessa fisionomia tão brilhante. Com voz maternal e suave, Nossa Senhora   tranquiliza as três crianças, dizendo:

Nossa Senhora: “Não tenhais medo. Eu não vos farei mal.

E Lúcia pergunta:

Lúcia: “Donde é Vossemecê?”

Nossa Senhora: “Sou do Céu!” 

Lúcia:
 “E que é que vossemecê me quer?

Nossa Senhora: “Vim para pedir que venhais   aqui seis meses seguidos, sempre no dia 13, a esta mesma hora. Depois vos direi   quem sou e o que quero. Em seguida, voltarei aqui ainda uma sétima vez.”

Lúcia: “E eu também vou para o Céu?”

Nossa Senhora: “Sim, vais.”

Lúcia: “E a Jacinta?”

Nossa Senhora: “Também”

Lúcia: “E o Francisco?”

Nossa Senhora: “Também. Mas tem que   rezar muitos terços”.

Nossa Senhora: “Quereis oferecer-vos a Deus   para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser mandar-vos, em ato de   reparação pelos pecados com que Ele é ofendido, e de súplica pela conversão   dos pecadores?”

Lúcia: “Sim, queremos”

Nossa Senhora: “Tereis muito que sofrer, mas a   graça de Deus será o vosso conforto”.

Ao pronunciar estas últimas palavras, Nossa Senhora abriu as   mãos, e delas saía uma intensa luz.

Os pastorinhos sentiram um impulso que os fez cair de joelhos,   e rezaram em silêncio a oração que o Anjo havia lhes ensinado:
As três crianças: “Ó Santíssima Trindade, eu   Vos adoro. Meu Deus, meu Deus, eu Vos amo no Santíssimo Sacramento.”

Passados uns momentos, Nossa Senhora acrescentou:
Nossa Senhora: “Rezem o Terço todos os dias,   para alcançarem a paz para o mundo, e o fim da guerra.”

Em seguida, cercada de luz, começou a elevar-se serenamente,   até desaparecer.

Consagração a Nossa Senhora

Ó Senhora minha, ó minha Mãe, eu me ofereço todo (a) a Vós, e em prova da minha devoção para convosco, Vos consagro neste dia e para sempre, os meus olhos, os meus ouvidos, a minha boca, o meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou Vosso (a), ó incomparável Mãe, guardai-me e defendei-me como propriedade vossa.
Lembrai-Vos que Vos pertenço, terna Mãe, Senhora Nossa.
Ah, guardai-me e defendei-me como coisa própria Vossa

Iniciemos este dia rezando o Rosário de Maria!


Nenhum comentário:

Postar um comentário