.

.

domingo, 29 de maio de 2016

Convite Especial-05.06.2016-a partir das 10hs-Cenáculo Especial da festa dos Sagrados Corações-Aparição de Santa Emília

SANTA EMÍLIA

(Nossa Senhora anuncio na Aparição de 29.05.2016 em Jacareí que no próximo domingo 05.06.2016 virá com ela dar a Sua benção e a sua Mensagem)
Venham todos! Será comemorado neste dia a Festa dos Sagrados Corações e Nossa Senhora dará a benção especial neste dia!
05.06.2016 - a partir das 10hs
Santuário das Aparições de Jacareí
Estrada Arlindo Alves, 300 - Campo Grande - Jacareí/SP
CESSEM OUÇA ESSA NOVA RADIO! VOCÊ VAI AMAR!
TELEFONE: (0XX12)99701-2427


Santa Emília


Filha de mártir, esposa de um santo, mãe de quatro bispos e santos.

Origens

Sabe-se que Emília de Cesaréia era cristã fervorosa desde a infância e que seu pai foi mártir, vítima do império romano. Tal filiação cristalizou em Emília a força da fé e a fidelidade a Nosso Senhor Jesus Cristo. Era de família nobre. Nascida em Cesaréia, cidade marítima e portuária de Israel, ela foi para a Costa do Mar Negro com a família. Ali conheceu seu futuro marido.

Casamento

Quando jovem, Santa Emília casou-se com um cristão chamado Basílio, na Costa do Mar Negro. Basílio, nascido no Ponto, uma província romana da Ásia Menor, mudou-se para a Costa do Mar Negro junto com sua família fugindo da perseguição anticristã promovida por Galério, imperador romano. Mais tarde, Basílio, também santo, passou a ser chamado de “Basílio, o Velho”.

Filhos santos

Casal abençoado, Santa Emília e São Basílio tiveram nove filhos. Dentre eles destacam-se: Santa Macrina, a Jovem, São Gregório de Nissa, São Basílio Magno e Pedro de Sebaste. Todos santos. Há também uma diaconisa chamada Teosébia que, segundo alguns, seria filha de Santa Emília. Porém, não há certeza sobre isso. Sabe-se de um outro filho de Santa Emília chamado Naucrácio, o eremita. Sabe-se também que a sogra de Santa Emília também era santa e se chamava Macrina. Para diferencia-la da filha de Santa Emília, a sogra passou a ser chamada de Macrina maior.

Fundadora de um mosteiro

A vida cristã de Santa Emília foi tão intensa que, no final de sua vida, já em idade avançada, junto com sues filhos Pedro de Sebaste e Macrina ela fundou um mosteiro, onde viveu na oração profunda, na caridade e no serviço a Deus e aos irmãos. Neste mosteiro Santa Emília veio a falecer e ali também foi sepultada no dia 8 de maior do ano 375. Santa Emília é mais conhecida e venerada nas igrejas orientais da Rússia e da Grécia, mas sua importância para a igreja primitiva foi grande.

Veneração

A Igreja Ortodoxa Russa celebra a festa de Santa Emília em 3 de janeiro, no mesmo dia em que seu filho São Basílio Magno é celebrado. Já a Igreja Ortodoxa Grega celebra sua festa no dia 30 de maio, no mesmo dia de São Basílio, seu marido e de sua sogra Santa Macrina Maior.

Legado

A vida de Santa Emília é um testemunho maravilhoso de família cristã. A família que ela fundou, junto com seu marido São Basílio, foi, sem dúvida, uma das famílias mais influentes no cristianismo em todos os tempos. Seus filhos foram todos missionários evangelizadores, sendo quatro deles bispos, pastores que iluminaram a vida da igreja por seu testemunho e ensinamentos.

Oração a Santa Emília

“Ó Deus, que destes a Santa Emília a graça de fundar e formar uma família santa e propagadora da fé cristã, por sua intercessão dai-nos a graça de viver a fé em nossas famílias, para que o amor de Cristo transborde de nossos lares para também iluminar o mundo. E, por intercessão de Santa Emília, pedimos a graça (fazer o pedido). Por Nosso Senhor Jesus Cristo na unidade do Espírito Santo. Amém. Santa Emília, rogai por nós.”



Nenhum comentário:

Postar um comentário