.

.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

19.02.2012-Vídeo –Êxtase - Mensagem do Arcanjo São Gabriel-Comunicada ao Vidente Marcos Tadeu Teixeira.


A SAGRADA FACE – AS APARIÇÕES À IRMÃ MARIA PIERINA DI MICHELLI VOL. 01




ÁUDIO



Irmã Maria Pierina di Micheli foi uma freira santa que morreu em 1945. Privilegiada com muitas visões da Virgem Maria e do próprio Senhor Jesus para espalhar a devoção à Sagrada Face de Jesus, em reparação dos muitos insultos que Jesus sofreu em Sua Paixão, e sofre ainda nos dias de hoje .

Ela recebeu uma medalha, que de um lado, tinha uma réplica do Santo Sudário de Turim ea inscrição
" Illumina, Domine, nsa vultum tuum super." (Salmo 66: " Senhor, que a luz do Teu rosto brilhe sobre nós").
No reverso, um anfitrião radiantes com as palavras: "Mane nobiscum, Domine". ("Fica connosco, Senhor").

Após grandes dificuldades, obteve permissão para cunhar a medalha. Mesmo as despesas para a fundição foi um milagre. Maria Pierina encontrou em sua mesa um envelope com a quantia exata de , 11.200 liras, dinheiro necessário para cunhar as primeiras Medalhas.
O demônio mostrou seu desgosto e raiva em ver as Medalhas prontas. Este infernal inimigo derrubou as Medalhas e queimou as imagens da Sagrada Face e bateu na irmã Pierina. Em vão. As Medalhas seguiram seu destino: Os pecadores necessitados da Face do Senhor!

Em 1940, durante a Segunda Guerra Mundial, o mundo estava em turbulência. Neste periodo, na Itália, viu-se uma ampla distribuição desta medalha.
Parentes e amigos dos combatentes enviaram aos soldados, marinheiros e aviadores a réplica da Sagrada Face de Jesus. Desde então, a medalha tornou-se famosa por seus milagres e grandes favores espirituais e temporais.
 ***
 "Quando tu disseste: Buscai a minha face; o meu coração disse a ti: A tua face , SENHOR, buscarei. Não escondas de mim a tua face."
(Salmo 27: 8-9)
Esta invocação do Salmista, está unida de forma maravilhosa na vida da Beata Maria Pierina De Micheli, Giuseppina nome secular, que, nascida em Milão no dia 11 setembro de 1890 de uma família de classe média popular, a última dos treze filhos, de família católica, foi levada à pia batismal no mesmo dia de seu nascimento. Seu pai faleceu quando Pierina era ainda muito pequena, tinha apenas 2 anos de idade.
Giuseppina logo mostrou uma inteligência aguçada, mas seu estado precário de saúde piorava ao longo dos anos. Tendo concluído os estudos iniciais destacou-se na arte da costura, sem deixar de adquirir os princípios básicos da aprendizagem cultural, focando, por exemplo, a tocar violino, cravo e aprender línguas estrangeiras. Muito atenta às coisas espirituais, desde a adolescência, ensinava o catecismo para crianças de sua paróquia enquanto um de seus irmãos tornou-se sacerdote e duas irmãs tornaram-se religiosas. Estes, levantaram o exemplo da vocação à vida religiosa em sua alma, que já estava bem preparada.
Na idade de 12 anos, estando na igreja paroquial de S. Pedro, em Milão, na Itália, em uma sexta-feira, ela ouviu uma voz clara que lhe dizia:
"Ninguém me dá um beijo de amor na o meu rosto para reparar o beijo de Judas? "

Depois de um período de luta interior da sua alma por causa do afeto filial para com sua mãe, prestes a comemorar 24 anos, foi admitida como noviça na Companhia das Filhas da Imaculada Conceição de Buenos Aires , que acabara de ser criada em Milão, e tomou o nome de Irmã Pierina.
Depois ela se formou como professora, aprendeu latim e concluiu o estudo de línguas e música.
Fez seus primeiros votos em 23 de maio de 1915. Em 1919, a Irmã Maria Pierina foi enviada para a Casa Mãe, em Buenos Aires. No dia 12 de abril de 1920, quando ela reclamou a Jesus sobre a dor que sentia: Ele se apresentou a ela, coberto de sangue e com uma expressão de ternura e de dor "que eu nunca vou esquecer", escreveu ela, Ele disse, "e eu, o que eu fiz?" Compreendia então a devoção á Sagrada Face que daí em diante passou a ser o seu livro de meditação.

Na primeira terça-feira (da paixão de 1937) depois de ter sido instruída na devoção da Sagrada Face, conforme ela escreveu, Jesus lhe disse: "Pode ser que algumas almas receiem, que a devoção e o culto da Minha Face venha a diminuir a do Meu Coração. Diga-lhes, que ao contrário, será completada e aumentada. Contemplando a Minha Face, as almas participarão das Minhas dores e sentirão a necessidade de amar e reparar. Pois não é esta a verdadeira devoção ao Meu Coração?

Em sua terra natal serviu como Mestra das Noviças até 1939. Empreendeu a tarefa de lidar com a nova fundação da Casa, em Roma, que foi nomeada Superiora até sua morte.
Em 1941, ela escreveu em seu diário: "sinto um desejo profundo de viver sempre unida a Jesus, para amá-lo intensamente, porque a minha morte só pode ser um transporte de amor com meu esposo, Jesus. " Irmã Maria Pierina faleceu em 1945 em Milão .
Seus restos mortais estão localizadas no Instituto Espírito Santo, em Roma.




Deus Pai,
Eu entendo cada vez mais
Que os desejos do meu coração
Tudo o que posso desejar
É criada por Vós,
E tudo que eu amo na verdade
Sempre foi amado por Vós,
Pois Vós sois o amor.

Então, eu
Quero que minha vida
Seja uma oração
Que vai até Vós.
Tudo o que eu queria é
Estar além das minhas forças.
Portanto,
Na comunhão dos Santos,
Como São Francisco diz,
“Meu Deus, meu tudo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário