.

.

sábado, 7 de julho de 2012

A Aparição de Jacareí SP Brasil

(Livro)

Devoção dos 15 Sábado do Rosário.

Cristo
Ontem, hoje e sempre.

Este livreto foi organizado e publicado em louvor de nosso Senhor Jesus Cristo e de sua Mãe Maria santíssima, e como recordação da passagem ao terceiro milênio de nossa feliz era da graça cristã.


OS 15 SÁBADOS DO ROSÁRIO

É uma devoção muito antiga propagada pelos frades dominicanos, filhos da Ordem de São Domingos, o grande Santo pregador do rosário. Esta devoção é feita durante 15 sábados seguidos de Junho a Outubro, sendo que o último será o mais próximo da festa de Nossa Senhora do Rosário, que se celebra no dia 7 de Outubro.
Quando o primeiro sábado começar dia 30 de Junho, o último sábado cai na festa do Rosário a 7 de Outubro. Nada impede, entretanto, que seja feita em qualquer outra época do ano.

Como se faz a devoção:

Em cada sábado comemora-se um dos 15 mistérios do Rosário: no primeiro sábado é o primeiro mistério gozoso, a Encarnação; no segundo sábado o segundo mistério, a Visitação, e assim por diante, até o 5º gozoso. Depois destes começarão os 5 dolorosos, e terminados seguem os 5 gloriosos.
Em cada sábado reza-se o terço. Para cada dezena há uma leitura meditada sobre o respectivo mistério, procurando aplicar na própria vida os exemplos das virtudes de Jesus e Maria. Depois do terço reza-se a Ladainha de Nossa Senhora.
É muito louvável que nesses sábados se participe da Missa e se receba a santa comunhão.
Para se alcançar as graças que se desejam, peçamos também por toda a Santa Igreja, pelos nossos parentes, amigos, conhecidos, benfeitores, pois esta caridade para com o próximo, atrairá para nós mesmos a misericórdia de Deus, mediante a poderosa intercessão de Nossa Senhora.

ORAÇÕES PARA O INÍCIO DO TERÇO

Pelo sinal da Santa Cruz, livre-nos Deus nosso Senhor de nossos inimigos. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Creio em Deus Pai todo poderoso, criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Desceu a mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus; está sentado à direita de Deus Pai todo poderoso, donde a de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja católica; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição da carne; na vida eterna. Amém.

Oferecimento:

Divino Jesus, nós vos oferecemos este terço que vamos rezar, contemplando os mistérios da nossa Redenção. Concedei-nos pela intercessão de Maria, vossa Mãe santíssima, q quem nos dirigimos, as virtudes para bem rezá-lo e a graça de ganharmos as indulgências anexas a esta santa devoção.

2º Sábado
2º Mistério Gozoso

A Visitação de Nossa Senhora à Santa Isabel, mãe de S. João Batista.


Maria foi às montanhas, a uma cidade de Judá(Lc 1, 39).

Primeira Dezena

Diz o Evangelho de São Lucas que Maria, depois de ter recebido a mensagem do Anjo, tornando-se Mãe de Deus pela Encarnação, foi apressadamente à casa de sua prima Isabel, nas montanhas de Judá. A viagem era longa e cansativa, feita a pé sob o sol, o vento e a chuva.
Nada disso impediu Nossa Senhora de ir felicitar sua prima, que também se tornara mãe de um filho, que seria João Batista, o precursor do Messias. A urbanidade e delicadeza não são contrárias à santidade. Quando bem praticadas, são virtudes agradáveis a Deus e benéficas ao próximo.
Ensinai-nos, ó Mãe Santíssima, a sermos bondosos, amáveis e prestativos ao próximo.

Bendigamos ao Senhor.
Graças a Deus.
Pai-Nosso... 10 Ave-Marias... Glória ao Pai...

Segunda Dezena

Nossa Senhora apressou-se a visitar Santa Isabel, não só por delicadeza e cortesia mas principalmente por saber que era vontade de Deus, santificar o Batista mediante sua presença. Obediente, Maria apressa-se a levar a Graça – Jesus – que se havia encarnado no seu seio.
Dae Deus para os outros, esta deveria ser a principal preocupação em nossas relações.
Que belo apostolado! Mas para isso precisamos levar a Deus em nossa alma, como Nossa Senhora. Só podemos dar o que temos. Virgem Santíssima, ensinai-nos a nos encher sempre mais da graça de Deus, para podermos derramá-la em nossos irmãos.

Bendigamos ao Senhor.
Graças a Deus.
Pai-Nosso... 10 Ave-Marias... Glória ao Pai...

Terceira Dezena

Quando Santa Isabel ouviu a saudação de Maria, ficou cheia do Espírito Santo e respondeu: “De onde me vem a felicidade de ser visitada pela Mãe de meu Senhor”?
Como são fecundas a palavras e a presença de Maria! Uma simples saudação encheu de graça e santidade Isabel e seu filho João. Isabel continuou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito o fruto de teu ventre”.
Conceda-nos o Senhor a mesma devoção de Santa Isabel quando rezamos estas palavras na Ave Maria. Que Nossa Senhora se digne também visitar nossa alma, principalmente para nos preparar quando vamos receber seu divino Filho na Santa Comunhão.

Bendigamos ao Senhor.
Graças a Deus.
Pai-Nosso... 10 Ave-Marias... Glória ao Pai...

Quarta Dezena

Aos louvores de Santa Isabel, Maria responde com um cântico repleto de humildade, reconhece as graças que recebera de Deus e a Ele refere todo o agradecimento e glória. Disse: “Minha alma glorifica o Senhor, e o meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador. Porque olhou para a humildade de sua serva; eis que desde hoje todas as gerações me chamarão bem-aventurada. Fez em mim grandes coisas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. Sua misericórdia se estende para sempre sobre aqueles que o temem”.
Aprendamos de Nossa Senhora a humildade. Tudo quanto temos de bom, recebemos de Deus. Agradeçamos-lhe servindo-o sempre melhor, para merecermos o amparo de seu amor e misericórdia.

Bendigamos ao Senhor.
Graças a Deus.
Pai-Nosso... 10 Ave-Marias... Glória ao Pai...

Quinta Dezena

Nossa Senhora prosseguiu o seu cântico dizendo que Deus exaltou os humildes e rebaixou os orgulhosos; que encheu de graças os que desejavam as coisas santas e eternas, deixando vazios os satisfeitos com as vaidades da terra; e que cumprindo suas divinas promessas, vinha ao mundo para salvar os escolhidos.
Suas palavras traduziam o que se realizara com ela: sendo santíssima, Imaculada e Mãe de Deus, apressou-se a visitar sua prima para servi-la com seus bens e sua pessoa.
Imitemos esta humilde caridade e sirvamos a Jesus e Maria na pessoa de nossos irmãos.

Vivência para a semana – Servir

O divino Jesus disse que veio para servir e não para ser servido, e que recebe para Si o que fizermos para o menor de seus irmãos. Nossa Senhora, rainha do céu e da terra, Mãe de Deus, se  declarou serva do Senhor, apressou-se a servir sua parenta Isabel, e durante toda sua vida neste mundo, e agora no céu, continua a servir a humanidade.
Quem não vive para servir, não serve para viver.
A pessoa serviçal é agradável a todos, estimada por Deus e pelo próximo.
Desde o momento que começamos a existir, até o dia em que deixamos este mundo, somos envolvidos numa imensa rede de criaturas a nosso serviço.
Quantos trabalham para nos alimentar e vestir, para a casa que nos abriga, as viaturas que nos transportam, a escola que nos instrui, o medicamento que nos cura, até os que hão de sepultar nosso corpo.
O orgulho não se lembra de tudo isso. Se não é loucura, é grande ignorância e refinada ingratidão.
O auto-suficiente se isola porque julga que não precisa de ninguém, mas também nada faz para os outros. Esteriliza a vida, torna-se um parasita, definha a caminho da morte.
Por amor a Deus sejamos serviçais alegres e desinteressados. Mesmo que as criaturas se mostrem pouco agradecidas a nossos serviços, Ele nunca os esquece e nos dará a recompensa.

Bendigamos ao Senhor.
Graças a Deus.
Pai-Nosso... 10 Ave-Marias... Glória ao Pai...

ORAÇÕES FINAIS
Terminado o Terço:

Infinitas graças vos damos, soberana Princesa, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar vos saudamos com uma Salve Rainha.

Salve Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve. A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei; e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre virgem Maria. Rogai por nós Santa Mãe de Deus; para sejamos dignos das promessas de Cristo.

À vossa proteção nós recorremos, ó Santa Mãe de Deus. Não rejeiteis as súplicas que em nossas necessidades vos dirigimos, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita.

Ladainha de Nossa Senhora

Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, ouvi-nos,
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus Pai dos céus, tende piedade de nós.
Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós.
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, rogai por nós.
Santa Mãe de Deus,
Santa Virgem das virgens,
Mãe de Jesus Cristo,
Mãe da divina graça,
Mãe purríssima,
Mãe castíssima,
Mãe imaculada,
Mãe intacta,
Mãe amável,
Mãe admirável,
Mãe do bom conselho,
Mãe do Criador,
Mãe do Salvador,
Mãe da Igreja,
Virgem prudentíssima,
Virgem venerável,
Virgem louvável,
Virgem poderosa,
Virgem benigna,
Virgem fiel,
Espelho de justiça,
Sede de sabedoria,
Causa de nossa alegria,
Vaso espiritual,
Vaso honorífico,
Vaso insigne de devoção.
 Rosa mística,
Torre de Davi,
Torre de Davi,
Torre de marfim,
 Casa de ouro,
Arca da aliança,
Porta do céu,
Estrela da manhã,
Saúde dos enfermos,
Refúgio dos pecadores,
Consoladora dos aflitos,
Auxílio dos cristãos,
Rainha dos anjos,
Rainha dos patriarcas,
Rainha dos profetas,
Rainha dos Apóstolos,
Rainha dos mártires,
Rainha dos confessores,
Rainha das virgens,
Rainha de todos os santos,
Rainha concebida sem pecado original,
Rainha assunta ao céu,
Rainha do santíssimo rosário,
Rainha da Paz.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.

Oremos:

Ó Deus, cujo Unigênito nos mereceu por sua vida, morte e ressurreição, as recompensas da eterna salvação, fazei, vo-lo pedimos, com que honrando estes mistérios do santíssimo rosário da bem-aventurada Virgem Maria, imitemos o que encerram e obtenhamos o que prometem. Pelo mesmo Cristo nosso Senhor. Amém.

Bênção de Nossa Senhora

Com vosso Divino Filho, abençoai-nos piedosa Virgem Maria. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

A Paz!





Nenhum comentário:

Postar um comentário