.

.

terça-feira, 12 de junho de 2012

13 DE JUNHO
SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA
(PRESÍTERO E DOUTOR DA IGREJA)


BIOGRAFIA DE SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA 1195: NASCE EM LISBOA, FILHO DE MARIA E MARTINHO DE BULHÕES. É BATIZADO COM NOME DE FERNANDO. RESIDE NA FRENTE DA CATEDRAL.
1202: COM SETE ANOS DE IDADE, COMEÇA A FREQÜENTAR A ESCOLA, UM PRIVILÉGIO RARO NA ÉPOCA. 1209: INGRESSA NO MOSTEIRO DE S. VICENTE, DOS CÔNEGOS REGULARES DE S. AGOSTINHO, PERTO DE LISBOA. TORNA-SE AGOSTINIANO.


1211: Transfere-se para Coimbra, importante centro cultural, onde se dedica de corpo e alma ao estudo e à oração, pelo espaço de dez anos.1219: É ordenado sacerdote. Pouco depois conhece os primeiros franciscano, vindos de Assis, que ele recebe na portaria do mosteiro. Fica impressionado com o modo simples e alegre de viver daqueles frades.
1220: Chegam a Coimbra os corpos de cinco mártires franciscanos. Fernando decide fazer-se franciscano como eles. É recebido na Ordem com o nome de Frei Antônio, enviado para as missões entre os sarracenos de Marrocos, conforme deseja.

1221: Chegando a Marrocos, adoece gravemente, sendo obrigado a voltar para sua terra natal. Mas uma tempestade desvia a embarcação arrastando-a para o sul da Itália. Desembarca em Sicília. Em maio do mesmo ano participa, em Assis, do capítulo das Esteiras, uma famosa reunião de cinco mil frades. Aí conhece o fundador da Ordem, São Francisco de Assis. Terminado o Capítulo, retira-se para o eremitério de Monte Paolo, junto dos Apeninos, onde passa 15 meses na solidão contemplativa e no trabalho braçal. Ninguém suspeita da sabedoria que aquele jovem frade português esconde.

1222: Chamado de improviso a falar numa celebração de ordenação, Frei Antônio revela uma sabedoria e eloqüência extraordinárias, que deixam a todos estupefatos. Começa sua epopéia de pregador itinerante.
1224: Em brevíssima Carta a Frei Antônio, São Francisco o encarrega da formação teológica dos irmãos. Chama-o cortesmente de " Frei Antônio, meu bispo".
1225: Depois de percorrer a região norte da Itália, passa a pregar no sul da França, com notáveis frutos. Mas tem duras disputas com os hereges da região.
1226: É eleito " custódio" na França e, um ano depois, " provincial" dos frades no norte da Itália.

1228: Participa, em Assis, do Capítulo Geral da Ordem, que o envia a Roma para tratar com o Papa de algumas questões pendentes. Prega diante do Papa e dos Cardeais. Admirado de seu conhecimento das Escrituras, Gregório IX o apelida de "Arca do Testamento".
1229: Frei Antônio começa a redigir os "Sermões", que hoje possuímos impressos em dois grandes volumes.

1231: Prega em Pádua a famosa quaresma, considerada como o momento de refundação cristã da cidade. Multidões acorrem de todos os lados. Há conversões e prodígios. Êxito total! Mas Frei Antônio está exausto e sente que seus dias estão no fim. Na tarde de 13 de junho, mês em que os lírios florescem, Frei Antônio de Lisboa morre às portas da cidade de Pádua. Suas últimas palavras são: " Estou vendo o meu Senhor ". As crianças são as primeiras a saírem pelas ruas anunciando: "Morreu o Santo".
1232: Não tinha bem passado um ano desde sua morte, quando Gregório IX o inscreveu no catálogo dos santos.1946: Pio XIII declara Santo Antônio Doutor da Igreja, com o título de "Doutor Evangélico".

TREZENA DE SANTO ANTÔNIO


ORAÇÃO

Deus misericordioso, aceitai benigno a mediação de vosso devoto servo Santo Antônio, para que por seu intermédio possa conseguir a graça que humildemente vos peço.
"Fazer o seu pedido."

1 - Glorioso Santo Antônio, que ressuscitaste os mortos! Fazei com que eu viva sempre a preciosa vida da graça.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

2 - Bem-amado Santo Antônio, que curastes os doentes! Dai-me saúde e servirei a Deus, cumprindo fielmente meus deveres cristãos.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

3 - Virtuoso Santo Antônio! Afastai para longe de mim todo o vício, e guiai-me no caminho da virtude cristã.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

4 - Amabilíssimo Santo Antônio! Livrai-me dos castigos que mereci por causa dos meus pecados e obtende-me as bênçãos de Deus.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

5 - Poderoso Santo Antônio! O Mundo e a carne armam-me tantas ciladas, que minha fraca vontade às vezes acha impossível evitá-las. Porém, vossa intercessão me obterá o auxílio de Deus todo-poderoso.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

6- Prodigioso Santo Antônio! O mar das paixões é tão tempestuoso e violento que me acho submergido nas ondas. Conservai-me no caminho da virtude.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

7 - Santo Antônio milagroso! Jovens e anciãos por vós gozam dos benefícios da divina bondade. Em minhas necessidades e misérias estendei também a mim, miserável, vossa poderosa ajuda.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

8 - Santo Antônio, médico celeste, curai as minhas feridas espirituais e ajudai-me a corrigir meus defeitos.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

9 - Santo Antônio, Consolador dos aflitos! Obtende-me Paciência e fortaleza nos sofrimentos e nas tribulações da vida.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

10 - Santo Antônio, restituidor das coisas perdidas! Lamento amargamente a perda da inocência batismal. Ajudai-me a achar novamente a preciosa graça de Deus e todas as bênçãos da alma.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

11 - Santo Antônio, martelo dos hereges! Conservai-me sempre fiel à doutrina da Santa Igreja, Católica, Apostólica, Romana.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

12 - Manso e humilde Santo Antônio! Afastai para longe de mim, a dureza do coração e fazei-me atender sempre às inspirações do Divino Espírito Santo.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

13 - Bem-aventurado Santo Antônio! Auxiliai-me a levar uma vida verdadeiramente virtuosa, para que goze convosco no céu a felicidade eterna.
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

REZA UMA VEZ TODA TERÇA-FEIRA DURANTE 13( TERÇAS-FEIRAS).



ORAÇÃO EXTRAÍDA DO SANTUÁRIO BOM JESUS

CINCO MINUTOS DIANTE DE SANTO ANTÔNIO 


Há quanto tempo te esperava, ó alma devota, pois bem conheço as graças de que necessitas e que queres que eu peça ao Senhor.

Estou disposto a fazer tudo por ti; mas, filho, dize-me uma a uma todas as tuas necessidades, pois desejo ser o intermediário entre tua alma e Deus  com o fim de suavizar teus males. Sinto a aflição de teu coração e quero unir-me às tuas amarguras.

Desejas o meu auxílio no teu negócio..., queres a minha proteção para restituir a paz na tua família..., tens desejo de conseguir algum emprego..., queres ajudar alguns pobres..., alguma pessoa necessitada..., desejas que cesse alguma tribulação..., queres a tua saúde ou a de alguém a quem muito estimas? Coragem, que tudo obterás.

Agradam-me, também, as almas sinceras que tomam sobre si as dores alheias, como se fossem próprias.

Mas, eu bem vejo como desejas aquela graça que há tanto tempo me pedes.
Tem fé que não tardará a hora em que hás de obtê-la. Uma coisa, porém, desejo de ti. Quero que sejas mais assíduo ao Santíssimo Sacramento; mais devoto para com a nossa Mãe, quero que propagues a minha devoção a nossa mãe, Maria Santíssima; quero que propagues a minha devoção e ajudes meus pobres.

Oh! Quanto isso me agrada ao coração! Não sei negar nenhuma graça àqueles que socorrem os outros por meu amor, e bem sabes quantos favores são obtidos por esse meio.

Quantos, com viva fé, têm recorrido a mim com o pão dos pobres na mão e são atendidos! Invocam-me para ter êxito feliz em um negócio para um objeto perdido, para obter a saúde de uma pessoa enferma, para conseguir a conversão de alguém afastado de Deus, e eu, por amor dos meus pobres cuja miséria está a meu cargo, obtenho de Deus tudo  o que pedem e ainda muito mais. 

Temes que eu não faça outro tanto por ti? Não penses nisso porque prezo muito as prerrogativas concedidas por Deus de ser - o santo dos milagres.
Muitos outros, como tu, tem precisado de mim e temem pedir-me, pensando que me importunam. Leio tudo no fundo do coração e a tudo darei remédio; hei de obter as graças; não temas.

Agora, volta às tuas ocupações e não te esqueças do que te recomendei; vem sempre procurar-me, porque eu te espero;  tuas visitas me hão de ser sempre agradáveis, porque amigo afeiçoado como eu não acharás.
Deixo-te no coração sagrado de Jesus e, também, no de Maria e no de São José.

Reze em seguida:
Pai-Nosso... Ave-Maria... e Glória...

 Santo Antônio, rogai por nós!!!





Nenhum comentário:

Postar um comentário